Notícias
Época das comichões


Esta é a época em que os nossos pequenos amigos ficam cheios de comichão. Na maior parte dos casos as pulgas são responsáveis, causando aquela que é a dermatite mais comum dos cães e gatos!
 
Um bom controlo de pulgas é uma tarefa complicada, tanto para os donos como para os veterinários. A aplicação de coleiras e produtos adulticidas são paliativos mas não resolvem o problema. A pulga sobrevive tempo suficiente para pôr ovos.

As pulgas conseguem pôr até 1000 ovos por dia e o seu ciclo de vida pode estar completo em 16 dias. As condições climatéricas em Portugal proporcionam uma quebra natural neste ciclo de vida durante os meses do Inverno, mas numa casa infestada poder-se-ão encontrar condições favoráveis à reprodução contínua destes insectos o ano inteiro.
 
O animal alérgico requer um controlo rigoroso de ectoparasitas para evitar sintomas. Mesmo uma exposição limitada (em que não se vêem pulgas adultas no animal) é o suficiente para causar prurido intenso num paciente hipersensível (uma ou duas picadas por semana bastam!). Estes sintomas são provocados pelas pulgas adultas mas estas só visitam os animais para se alimentarem. Daí a necessidade de uma estratégia de controlo que ataque as pulgas nas diferentes fases do seu ciclo de vida (ovo, larva, pupa e adulto) mesmo quando não estão presentes no hospedeiro. 
 
Actualmente existem produtos muito eficazes e duradouros com poucos efeitos secundários. Desde que aplicados regularmente conferem uma melhoria significativa na qualidade de vida dos animais de estimação, especialmente naqueles susceptíveis à Dermatite Alérgica à Picada da Pulga. A aplicação deverá ser mensal podendo mesmo ser de 3 em 3 semanas em alturas de maior risco.

Voltar Atrás